Quinta de Arcossó

Amílcar Salgado,
o alquimista
das uvas
transmontanas

Poderia dizer-se que, quando Amílcar Salgado abriu os portões da Quinta de Arcossó, não viu apenas uma quinta transmontana, vislumbrou um sonho que o acompanha desde a sua infância, que foi amadurecendo e, atualmente, já se materializou numa garrafa de vinho de excelência.

Arcossó foi a terra que o viu nascer e crescer pelo que, a escolha do terreno, não foi um acaso… por lá passava todos os dias enquanto estudante em Chaves.

Em 2001, adquiriu estes 16 hectares de terreno na microrregião da Ribeira de Oura, junto a Vidago-Chaves que, de acordo com o conhecimento que existia sobre esta zona, seria o melhor local para fazer vinho nesta região. Foi um regresso muito natural à terra e à viticultura, atividade agrícola que aprendeu com a sua família enquanto criança. Um projeto que não veio descobrir nada de novo, apenas reinterpretar aquilo que existia, adaptando-o aos tempos atuais.

A sua paixão pela terra aliada à sua vontade em dinamizar esta pequena região subaproveitada em termos vitícolas, mas com elevado potencial, foram o motor de arranque para a criação do Projeto Vitivinícola da Quinta de Arcossó. O seu principal objetivo foi criar um empreendimento que permitisse aos demais replicarem-no, ou seja, adensar a malha produtiva nesta região, estimulando assim relações económicas e permitindo o desenvolvimento local.

Quinta de Arcossó
Av. Dr. Germano, nº 70 1º D
4470-050 Maia

41.714492, -7.230439

Os nossos
Tintos

Parcela de 10,5ha, integrada num conjunto de 12ha, de vinha plantada em 2003, instalada numa encosta ampla de média altitude (375 metros), exposta a Sul, com cerca de 20% de declive. Solo de origem granítica.

Os nossos
Brancos

Parcela de 2,5 ha, integrada num conjunto de 12ha, de vinha plantada em 2003, instalada numa encosta ampla de média altitude (375 metros), exposta a Sul, com cerca de 20% de declive. Solo de origem granítica. 1ha de vinha muito velha (mais de 130 anos) com castas brancas e tintas misturada, sem qualquer orientação de linhas.

Os nossos
Rosés

Parcela de 9,5ha, integrada num conjunto de 12ha, de vinha plantada em 2003, instalada numa encosta ampla de média altitude (375 metros), exposta a Sul, com cerca de 20% de declive. Solo de origem granítica. 1ha de vinha muito velha (mais de 130 anos) com castas brancas e tintas misturada, sem qualquer orientação de linhas.